April 2nd, 2014

Um sonho… Ou Memória Perdida…

Ah meu amor, eu te criei tão profunda e gloriosa, com fogo, paixão, sedução e veneno, tu fizeste tudo em minha vida ter cor, ter movimento, como a ligação feita apenas pela chuva entre o céu e a terra que nunca se tocarão. Mas uma coisa fizeste para minha mente de poeta louco, você me deixou hipnotizado, me deixou vidrado em sua beleza, seus olhos; digo que sempre vejo os olhos de uma menina que eu conheço, mas não são os olhos em si, mas a forma de olhar, a profundidade, a forma de carinho e confiança que teu olhar tens.

Eu posso considerar o que irei escrever como uma memória ou um sonho, eu não tenho certeza, a barreira entre a minha realidade e ficção está ficando cada vez mais turva e confusa; de qualquer maneira, minha linda dama, minha flor, seus olhos me cativaram, me mantiveram entretido em teu olhar, só por ver-te eu tremia, sentia um calor subir, senti minhas pernas tremerem e senti vergonha de poder ver teu rosto em completo esplendor, seu corpo também não é uma exceção.

Mantive-me observando-te, admirando-te, fiquei o tempo todo criando textos em minha mente, monólogos e possíveis diálogos entre nós, alguns poderiam ter me chamado de louco, insano, mas pouco me importa com a opinião desses; Eu sei que quando eu vi seu rosto, eu vi calma, serenidade, um sorriso belo, você sempre o usa, ele cai bem em você minha bela dama, conversar com você é como ouvir uma musica clássica, é o paraíso; seu olhar é tão penetrante que sentia minha alma clamar por amor, seus olhos de cor castanha não tão escuros nem tão claros como uma avelã, apenas na medida certa, seus lábios são tão simples, mas de alguma maneira eu tenho vontade de poder beija-los, poder tê-los em meu alcance; Seu cabelo é um castanho escuro, não muito preto, mas você o deixa solto, e como é belo, ao vento ele é perfeito, magnífico, você brinca com ele e eu a observo não muito longe e fico admirado por tal beleza.

Tens um corpo não muito extravagante, quero dizer… tens curvas como qualquer mulher, tem peitos como qualquer outra, mas você não está pra mais, nem menos, você está perfeita, eu me sinto tão amedrontado ao seu lado, eu te acho tão bela que tenho medo em poder te chamar para um encontro… Mas um dia eu consegui, era noite eu pude poder sentir o que era o amor de verdade, a paixão pela tanto procurei e o beijo que tanto busquei.

Eu senti minhas mão podendo segurar teu rosto, senti meus dedos passando por seu pescoço, sentindo seu cabelo, eu pude notar um arrepio subir seu corpo, você se aqueceu, eu te beijei… Ah, eu senti seu beijo, seus lábios, me deliciei com o doce divino, era como um baile de sabores, o beijo foi como uma dança, no começo como pessoas ansiosas, foi apressado, logo em seguida o passo se estabilizou, entrou em sincronia e teve uma dança longa, demorada e deliciosa; sua respiração ficou pesada, pude sentir o seu coração correr…

Mas isso é algo para ter orgulho em minha mente? Eu sou um louco em busca do meu amor perfeito e belo, será que não é apenas minha mente pregando peças comigo novamente após conhecer uma garota linda ou será que eu realmente senti isso e minha ficção e realidade se juntaram?

April 1st, 2014

Queria que esses textos fossem pra mim...
Asketh - Anonymous

meus textos são ficções… alguns com sentimentos que tive, “se eu te conhecer?” terei a chance de poder dizer que fiz um deles ou mais para você…

March 31st, 2014

(…)

Seu rosto, seus lábios, na noite mais profunda e nessas suas orgias de sonhos eu mantenho minha mente ocupada, tento não pensar somente em ti, ah minha Lótus, meu amor, envia-me teu amor fresco e puro como teu beijo que me faz desejar, envia-me teu amor viciante, sedutor e venenoso que penetra até o centro do meu ser e daí se espalha como seiva pura, doce e invisível por todo meu corpo gerando desejo por você, envia-me teu amor que mantém meu coração tranquilo e com a plenitude de paz.

Pareço estar confuso, atordoado por esse turbilhão de fantasias que são geradas em minha mente, mas eu sei que se me deres teu coração, saiba que nunca mais terá uma manhã ou uma noite triste, terás minha eterna gratidão e meu eterno afeto por ti. Sei que um dia tu guardarás meus textos, eles que foram criados de forma tão trivial, meticulosa para o teu agrado, espero que até lá saiba que eles são meros brinquedinhos para o lazer de sua memória. Caso queira esquecer, apenas pense nisso; “Quem pode pagar o cuidado e o amor que esses textos valem?”.

Estou cansado e apenas esperando minha hora de dormir, sei que tu virás em meu sonho, me beijará e me abraçará… Ficaremos juntos nos sonhos e de forma imutável como o mais belo mármore feito…

March 19th, 2014

noite pensativa…

Sabe quando passo as noites em aberto lendo uma bela poesia? Provavelmente não, já que minha vida não é de grande interesse para alguns de vocês, mas uma coisa eu sei, eu tenho um grande amor por minha Lótus, me encho de inspiração e crio textos magníficos, dignos de uma deusa em si, apesar de nunca ter tido um bom contato com ti e tua forma eu morri de paixão por sua formosura e imensurável beleza.

Eres pequena, mas tamanho não me importa, se eu puder te abraçar quando precisar eu amarei, se puderes me mostrar seu sorriso regularmente, eu derreteria por você, mas que belo sorriso, seu rosto é tão pequeno que eu me sinto no dever de te proteger, seus cabelos castanhos são magníficos e mais puro que a própria seda, sua pele é branca e levemente rosada nas maçãs quando sorri como uma Lótus, por isso que te amo chamar de minha flor…

Me encanto por seus olhos, a cor castanha deles parece de avelã, são tão belos, profundos e marcantes na alma de qualquer um que os vê, ah como eu te cobiço, quantos textos já criei pensando em você, quantas poesias eu já recitei para te agradar e ver um sorriso em seu rosto…

Mas eu me sinto só, você é minha deusa, minha rainha, me faz ter momentos de alegria e momentos de tristeza, me deixe ser intoxicado por seu amor, me deixe no doce veneno de sua boca, me deixe te abraçar, te aquecer, te fazer feliz com aconchego e afeição sem fim…

Durmo nos braços de Morfeu e sei que um dia será você do meu lado podendo me deixar confortável e feliz só por sua existência. Como as areias de um deserto, tenho tempo infinito para amar-te, adorar-te, presentear-te e satisfazer-te com o que quiser…

Me mantenho em profundo pensamento criando o afeto de meus textos para ti, para que um dia eles possam ser ouvidos e eu possa receber o prazer de ter-te finalmente em meu braços…

hit counter
hit counter